mídias virgens & condessa buffet

nuvenzinha, somatório de vigores, sementério de notícias, melancoriza e dengo

Archive for the ‘q’ Category

Perspiquês

leave a comment »

Vai ao velório? Estacione aqui.

Placa de um estacionamento ao lado do Cemitério da Consolação, quase esquina com a Dr. Arnaldo.

Tem gente que faz até curso pra ser mais prático e objetivo.

Esse daí nasceu sabendo o verdadeiro sentido da expressão “direto ao ponto”.

Mas passou dele.

É um perverso!

Written by bb

May 15, 2009 at 3:43 pm

Posted in duenssa, marotice, placas, q

poli-

with 2 comments

atgaaabz7poqik40gjpba6ttxm3ftzawrdjthn1vocspcechwhgrunzfstwkcawfdosg3ihaq9xqw5yxhomvojylwiugajtu9vb5ltdjvvn70kipez_pzitocnxboa

Madrigal é uma proposta-experimentação em desenvolvimento e sem diretor conduzida pela cabeça alucicrazy da Pequena Orquestra. A história passa pela A Invenção de Morel, do Adolfo Bioy Casares, pelo Blow up, do Antonioni, por cartas de amor dos anos 40 compradas na feira de antigüidades da Praça XV e por muitas outras fontes secretas e inexplicáveis. Assisti uma parte do ensaio e saí de lá perturbadíssima. Vejam.

Written by bb

January 8, 2009 at 1:39 pm

q

with one comment

Começa nesta sexta (dia 1º de fevereiro) a venda de ingressos para os shows de Bob Dylan em São Paulo. O cantor se apresenta nos dias 5 e 6 de março no Via Funchal. De 1º a 8 de fevereiro, as vendas são exclusivas para clientes Mastercard. Os preços são:

platéia VIP: R$ 900
Platéia 1: R$ 700
Platéia 2: R$ 500
Platéia 3: R$ 400
Platéia Lateral: R$ 250
Mezanino Lateral: R$ 500
Camarote: R$ 900

Como diria Samuel Rosa: indignação.

Written by bb

February 1, 2008 at 12:57 pm

Posted in nutiças, q

Nerices

with one comment

Ultimamente ando com idéias de incêndio e explosão. Sonho com incêndios, imagino incêndios, tenho colocado fogo em quase tudo que escrevo.

Toda vez que passo a pé num posto de gasolina imagino ele explodindo. E olha que eu nem vejo filme de ação.

Hoje mesmo passei em frente a um carro que tava cachorrando pra ligar, o coroa insistia-insistia, mas irrirriinnnn, não pegava. Apressei o passo porque pensei “já pensou se explode?”

Acho que baixou um erê destróier nimim.

Written by bb

January 8, 2008 at 12:55 pm

Posted in q

Senhor Barriga

with one comment

Se um dia abrirem a porta pra você como se costuma abrir pro encanador que veio ver a máquina de lavar enquanto você ainda estava dormindo, dizendo um oi torto, indicando a área dos fundos e mostrando o problema – as suas coisas, o que você tem que tirar de lá porque não cabe mais – didimocolize e finja que você foi até ali pra consertar a máquina de lavar, mesmo. Jamais saia se arrastando e arrastando suas coisas, o intuito disfarçado da sua ida, puxando tudo escadabaixo como quem lava porque não quer varrer. Espalhe todas elas e faça uma fogueira no hall de entrada. Os vizinhos merecem notar o seu incômodo pra você não ter que lidar com boatardes felizes até chegar à portaria.

Written by bb

January 7, 2008 at 6:12 pm

Posted in q

Confusões matinais de chuveiro

with 2 comments

Meu rumeit disse que hoje é a missa de sétimo dia de 2007, e que o ano novo só começa amanhã.

Aí abri um livro do Gonçalo (M. Tavares) e li “as evidências abrem falências em todas as áreas”.

Vou no Seu Houaiss e pesco do Descartes: no cartesianismo, constatação de uma verdade que não suscita qualquer dúvida, em decorrência do grau de clareza e distinção com que se apresenta ao espírito.

Imediatamente lembrei que em “Evidências”, do Chitãozinho e Xororó, o eu-lírico diz disfarçar as evidências. Será possível?

Viro mais uma página atrás da clareza citada pelo Seu Houaiss e leio num outro poema “a claridade: o que fica de certos movimentos secretos.”

Moral da história: distraia-se.

Written by bb

January 7, 2008 at 2:12 pm

Posted in q