mídias virgens & condessa buffet

nuvenzinha, somatório de vigores, sementério de notícias, melancoriza e dengo

Archive for the ‘puemaszeruoito’ Category

Plantinha NOT

with one comment

Corrigindo: infelizmente não vou poder comparecer ao evento abaixo.

Agradeço o convite da Viviane e a lembrança do Chacal e do Marcelo, mas de última hora, mudança nos planos, estarei no Hills pra entrega do Prêmio.

Quem participa agora é o Sergio Mello.

Compareçam, essa conversa promete.

image001

Written by bb

December 10, 2008 at 1:33 pm

Obama de Caxía

with 3 comments

beber_obama1

::

Agora é oficial: depois de grande mobilização dos amigos, família e leitores queridos, o didi vai levar essa pro Natal de Sanja.

Ganhei o Prêmio Quem e como pagamento vou pedir uma tarde de muitas aventuras num campo de paintball com a Donatella e a Flora.

Se segura, Caxía!

Written by bb

December 8, 2008 at 8:33 pm

Plantinha

with 5 comments

Do site do CCBB:

Poesia no Jardim da Filosofia é um misto de sarau, entrevista e debate. São 3 encontros que estabelecem um diálogo entre a arte poética e a reflexão filosófica, onde são discutidas as questões que estão no centro das obras dos poetas convidados e têm como tema o fazer poético.

Curadoria e mediação da poeta e filósofa Viviane Mosé.

Dia 02/12 – A palavra e os novos meios: os destinos da escrita, com Fabrício Carpinejar e Marcelo Montenegro;

Dia 09/12 – A poesia dos anos 70, destoando o coro dos contentes: e agora?, com Chacal e Ademir Assunção;

Dia 16/12 – A poesia da fala: o canto das coisas vivas, com Negra Li e Bruna Beber.

::

Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo
Rua Álvares Penteado 112. Centro. São Paulo. Local: Cinema (70 lugares)
Terças – 02, 09 e 16 de dezembro – 19h30
Entrada franca – com retirada de senha no dia da sessão, a partir das 10h

Written by bb

December 4, 2008 at 4:50 pm

Bonés

with 3 comments

Finalmente o livro foi pra revisão reta-final da editora.

Depois de muito atraso em prol de um fatídicointeressante processo de gravar poema por poema pra ouvir o conjunto e cada um em sua solteirice.

Na paranóia de ouvir os poemas, você descobre muito sobre eles. Feiúras e belezas. E descobre também que nem todo poema precisa ser lido em voz alta.

E no meio dessa falação, o reescrevi inteiro, a mão e à máquina. E passei muitas dezenas de dias numerando e catalogando várias formas diferentes de dispor os poemas para contar a história.

Até que cheguei a uma seleção de três para escolher uma só, a final. E aí entra o momento em que você põe de lado toda técnica e maluquice aplicada pra sentir o que verdadeiramente deve ser feito.

Ele virou o extremoposto do resultado que julguei final um dia.

Mas agora tá na rua, libertado. E daqui a alguns meses impresso.

Seilá, segundo livro é estranho.

Written by bb

December 3, 2008 at 7:54 pm

parede

leave a comment »

photo

Written by bb

December 2, 2008 at 12:46 pm

Posted in puemaszeruoito

with 4 comments

jardim

da plataforma à submersão
poucos segundos & um pescoço
se desmonta no ar

um rodopio e o delírio
de quarenta arrebatamentos
seguidos de morte

e teu nome num soneto
– emoções em cadeia –
que jamais publicarei.

Written by bb

November 28, 2008 at 4:27 pm

Posted in puemaszeruoito

artigos para presente

with 2 comments

Poeminha no Prosa Online, blog do caderno Prosa & Verso, do Globo.

Written by bb

November 27, 2008 at 12:31 pm

Posted in puemaszeruoito