mídias virgens & condessa buffet

nuvenzinha, somatório de vigores, sementério de notícias, melancoriza e dengo

Archive for March 2010

Camamezibanho

with 7 comments

Muita gente já deve ter pensado sobre isso, então vou me unir a esses: acho que o nome mais legal e cruel de móvel é CRIADO-MUDO.

CRIADO-MUDO, um móvel muito oportuno, equilibra tudo que não cabe à cama comportar.

Talvez seu único defeito seja não saber conversar. Ele é uma espécie de mordomo sem língua.

Há quem durma com livros, devotando-se a um copo, pendurado ao celular, enrolado no fio do mp3 player, com uma caneta no pescoço. Mas a esses não me confessaria pois provavelmente não valorizam a posse de criado-mudo.

Ok, apoio por apoio vocês me dizem: APOIADOR, BUFFET, ARCA, BALCÃO. Mas nenhum nome, para objetos de mesmo propósito, é tão bom quanto CRIADO-MUDO.

São curiosos os nomes de alguns móveis se o associarmos a sua utilidade. Comentei com o Heitorzinho sobre a peculiaridade do criado-mudo e ele rebateu “Mas você já parou pra pensar em ESTANTE, um móvel que leva no nome o dom de ESTAR”.

É de pensar.

Comentando com algumas pessoas sobre essas faltas de assunto envolvendo o mobiliário, Lívia me retornou a NAMORADEIRA.

E Leci, um utensílio quase sinônimo, a ROÇADEIRA.

Quem sabe mais algum?

Written by bb

March 29, 2010 at 9:31 pm

Antevi

leave a comment »

O pop pega pelas pernas.

Written by bb

March 29, 2010 at 9:05 pm

Posted in musguignas

Ólia a nuvenzía

leave a comment »

Written by bb

March 19, 2010 at 2:39 pm

CARDÍACO

with one comment

Pra quem ainda não manjou: o rádio /

Written by bb

March 16, 2010 at 2:40 pm

Eleições 2010

leave a comment »

::

o Lula LOL é bom todos os dias faz dois anos

Written by bb

March 9, 2010 at 6:47 pm

Posted in altarzinho

La nouvelissime littérature

with one comment

O jornalista Bolívar Torres (Caderno B – Jornal do Brasil) começou a editar há um mês um blog/revista de literatura e poesia brasileira pra França (em francês), um dos países da Europa que menos publicam escritores brasileiros: “O brasilianas talvez contribua para a penetração da nossa literatura por lá. A ideia é falar sobre autores e tendências, a literatura como espelho da nossa cultura, costumes, história, etc, algo que dê um panorama do nosso país, sem os exotismos e clichês mais comuns lá fora.”

Semana passada começou a série de perfis/entrevistas com poetas, e o primeiro foi sobre o meu trabalho – La nouvelissime littérature – sobre os dois livros, uma minibio, citações e detalhes sobre a escritura do Balés.

Les vers de Bruna reproduisent, en version 2000, cette espèce de « douleur joyeuse » tant chantée par Vinicius de Moraes durant la période dorée de la culture et du development économique du pays. Quelque part entre la tristesse blasée et les jubilations fugitives, ils trouvent leur meilleure expression avec son second recueil de poèmes, Balés (Ballets), portrait doux-amer d’une jeunesse qui a tourné le dos aux grands projets de vie.

Written by bb

March 1, 2010 at 3:45 pm