mídias virgens & condessa buffet

nuvenzinha, somatório de vigores, sementério de notícias, melancoriza e dengo

Em Brasília, dezenove horas

with 5 comments

Ontem participei do programa Tempo de Letras, da Simone Magno, na Rádio CBN. Tem lá no site o áudio e no blog do programa a continuação da entrevista.

Foi engraçado ser entrevistada pela Simone Magno, uma das vozes que mais ouvi em 2002, quando comecei meu primeiro estágio da vida no setor de rádio de uma agência de clipping (q) lá na Glória.

Eu tava no primeiro ano da faculdade e tinha um programa na rádio do pátio. Um amigo meu viu essa vaga no CATHO ONLINE e me avisou. Em nenhum momento eu pensei no clipping, só pensei no RÁDIO, que eu amava.

Bom, aí fui: por incrível que pareça e não é mentira, o meu chefe se chamava HERÁDIO, um dos caras mais engraçados que já conheci em ambiente de trabalho. Ele me ensinou não só a mexer com TUDO relacionado a ÁUDIO, como me contou toda a história do rádio – ilustrada com canções – no mundo e no Brasil.

Minha tarefa lá era ouvir a CBN a tarde inteira – pavor de meia em meia hora com o REPÓRRRTERRR CBN – selecionar o que interessava pros clientes (Vale, Petrobras Aneel, Anatel etc), recuperar aquele áudio, decupá-lo, editá-lo, abençoá-lo, escrever o lead e subir pra página de clipping de cada cliente.

Lembro que ouvi a notícia da morte da Nina Simone e do Elliott Smith lá, em tardes alucinadas de tudo dando errado com o ramo petrolífero, as elétricas, o sound forge, a putaquepariu. Todo dia era meio caótico.

Saía de lá todo dia umas 21h porque tinha que fazer tudo isso também com A Voz da Brasil. Nessa época não tinha nem atabaques n`O Guarani. Esse robotismo durou um bom tempo, fiquei tão bem informada quanto maluca. E até hoje quando olho o relógio depois das 19h lembro que 19h30 é a hora das notícias do Poder Judiciário.

Written by bb

October 13, 2009 at 7:03 pm

5 Responses

Subscribe to comments with RSS.

  1. E o melhor depois das 19h30 era o cigarrim na escada de incêndio dos padres. =)

    Ju

    October 13, 2009 at 7:49 pm

    • eu depois que saí da supracitada empresa fiquei um bom tempo ainda tendo pesadelos ai-meu-deus-é-hora-do-RJTV-e-eu-to-em-casa-fodeu-e-agora. muito medo. mas os momentos nicotina na escada eram super, realmente! saudades!

      drix

      October 13, 2009 at 10:25 pm

  2. é, de todo chorume de café velho com cigarro que passa pelos nossos estômagos em intervalos corporativos, ficam amores.

    e é bom saber que vocês duas, o ret e o marcus ficaram. já se foram SETE anos, macacada, SETE. velhice feelings.

    bb

    October 13, 2009 at 11:23 pm

  3. oi, bruna,

    boas tuas histórias – a simone é ótima.

    vou lá te ouvir.

    beijo

    ana rüsche

    October 14, 2009 at 4:54 pm

  4. rs… tenho o mesmo trauma… Imagem, som, violência, eletricidade e petróleo… Laranja Mecânica mermo… Cheguei a sair da empresa, mas voltei… to na Sinopse agora. Enfim… Ju, Beber, Adriano, Fábio, Drix… lembro bem de todos! Beijos! Leiam meu blog!

    CalmoComoUmaBomba

    October 14, 2009 at 8:57 pm


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: