mídias virgens & condessa buffet

nuvenzinha, somatório de vigores, sementério de notícias, melancoriza e dengo

with one comment

Negro Coração

negro é meu coração
minha alma, uma folia
nos seus olhos vi um rio
me chamando pra Bahia

essa vida é um carretel
levo ela por um fio
quando morrer vou pro céu
embriagado num navio

me criei numa senzala
capoeira foi meu chão
fiz o dia de xangô
cair no de São João

o meu tom de pele preta
bem mais claro se tornou
alguns dizem que é astúcia
outros dizem que é amor.

::

Chacal in Comício de Tudo – Ed. Brasiliense , 86

Written by bb

July 21, 2009 at 1:30 pm

One Response

Subscribe to comments with RSS.

  1. amei o poema do chacal. é tão o nosso ritmo. na verdade é a síntese dessa percepção comum que não conseguimos parar de falar. o rio como condição, a bahia como aspiração, a proteção divina e a mistura macunaíma todo feito de amor nesse projeto de miscigenação veia adentro.

    daniel barros

    July 21, 2009 at 2:52 pm


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: