mídias virgens & condessa buffet

nuvenzinha, somatório de vigores, sementério de notícias, melancoriza e dengo

Desconhecidos

with 10 comments

Várias vozes aflitas – nenhuma comemora a padaria aberta de madrugada – de uma boca só. Da qual se fez um carimbo supondo guardar todas as possibilidades de desastre. Queria saber o que tanto temem os que têm vergonha do próprio sorriso. É um tipo de medo que coloca todos os outros gestos na penumbra. Fazemos carimbos para aprisionar coisas que devemos repetir ou aplicar constantemente: estrelas, uma assinatura, corações. Pouco mistério envolve o carimbo, na verdade, as impressoras já tentaram tomar seu lugar. Mas não é fácil desprovê-lo de seu charme e utilidade, embora o cansativo exercício de reprodução pra encontrar o movimento certo deva ser diário. Exige dedicação. Por qualquer desatenção ou tremidinha a carimbada sai borrada. Há quem prefira aposentá-los, e aí o princípio das frutas secas se aplica às almofadas de tinta na gaveta nas quais é submetido ao descanso um carimbo sem uso. Foi o que comentei com meu vizinho ontem, depois de indagá-lo sobre seu hábito pouco saudável de não cantar no chuveiro. Chegamos ao acordo que banheiro é o lugar ideal pra reflexão, eu disse a ele que quando estou triste tomo banho, mas ele acha que a causa principal de todos no nosso prédio tomarem banho em silêncio é a Avenida Barulheira Luis Antonio lá embaixo: – Se eu canto você não vai me ouvir mesmo, pra quê cantar, então? É um romântico esse 401.

Written by bb

April 28, 2008 at 2:41 am

Posted in cronicidade

10 Responses

Subscribe to comments with RSS.

  1. maravilhoso texto.

    isaac

    April 29, 2008 at 2:57 pm

  2. nossa, bruna.
    emocionei.

    Ismar

    April 29, 2008 at 3:28 pm

  3. Que lindo, baby.

    Nuno

    April 29, 2008 at 6:23 pm

  4. bonito mesmo.

    ana g.

    April 29, 2008 at 7:33 pm

  5. Brava! Bruna hai talento. Continua e non mollare.
    Tchau.
    Maurizio

    maurizio

    April 29, 2008 at 9:40 pm

  6. me comoveu. ;)

    luiza

    April 30, 2008 at 2:13 pm

  7. muito bom o ex-poema

    eduardo

    April 30, 2008 at 2:49 pm

  8. <3

    nando

    May 1, 2008 at 7:09 pm

  9. que bom que vocês curtiram.
    escrevi com o famoso carinho.
    :D

    bb

    May 5, 2008 at 3:53 am

  10. […] em prosa […]


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: