mídias virgens & condessa buffet

nuvenzinha, somatório de vigores, sementério de notícias, melancoriza e dengo

tulipas proparoxítonas

with 2 comments

Augusto de Guimaraens, Mariano Marovatto, eu, Vitor Paiva, Luis Felipe Leprevost e Domingos Guimaraens – [jan. 07 – casa do alemão – duque de caxias]

Essa chinelagem aí de cima participa do disquinho de poesia que o Marofinha, um dos 7noivos, tá gravando há anos. Ele disse que vai subir em algum lugar pro pessoal ouvir, mas mandou pra mim a versão final da nossa leitura do poema dele – Caledônia Cage – em duplinha tipo entrega do Oscar.

Subi no Mike a macabrice pra vocês terem pesadelo de noite.

Written by bb

April 25, 2008 at 1:35 am

Posted in cronicidade, musguignas

2 Responses

Subscribe to comments with RSS.

  1. eu vi eles ontem à noite na rua!
    mas eu não lembro o que eu disse, eu estava ligeiramente alcoolizado.

    wakabara

    April 25, 2008 at 6:47 pm

  2. […] do poema Caledônia Cage do […]


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: